Leia as dicas e atraia a atenção dos recrutadores!!

Além das informações de praxe, hoje o profissional pode deixar de lado aquela seriedade excessiva ao falar de sua carreira. No item Sobre o usuário pode contar a sua história profissional e pessoal de maneira natural, leve.

Lembra quando você digitava o seu currículo num formato padronizado, com os seus dados pessoais, sua formação acadêmica, seu objetivo e uma lista de empresas em que você trabalhou? Esse tipo de currículo evoluiu bastante com o cadastro do perfil no LinkedIn.

De todos os itens do LinkedIn, o resumo com certeza é o de maior importância. Afinal, o que você descrever aqui poderá ou não despertar o interesse do recrutador.

Reflita sobre sua experiência profissional

Antes de começar a redigir o seu texto, responda às seguintes questões:

Quem é você?

Qual o meu objetivo profissional?

Quais minhas experiências profissionais mais relevantes? (Destaque resultados, desafios conquistados)

O que eu tenho a oferecer?

Quais habilidades que eu tenho que me destacam de outros profissionais?

Busque palavras-chave

Para ser encontrado pelas empresas é importante que no seu texto conste palavras-chave referentes à área ou cargo que você tem interesse. Se você está procurando uma oportunidade como assistente administrativa, relacione as palavras-chave dessa função, por exemplo: controle de estoque, elaboração de planilhas, rotinas administrativas, entre outras.

Uma boa dica é usar o mapa de carreiras do site Vagas. Você pesquisa um cargo e o site mostra as palavras-chave relacionadas.

Organize suas ideias

Já respondeu às perguntas? Agora é mão na massa. Imagine-se numa entrevista de emprego, o que você diria ao entrevistador para convencê-lo de que você merece fazer parte da empresa? Esse é o momento de fazer o seu marketing pessoal. Seja você mesmo, não pense como um robô.

Escreva a sua história em primeira pessoa, você tem 2600 caracteres a sua disposição. Procure não reclamar de empresas em que você trabalhou, essa atitude pega muito mal. Afinal você está aqui para vender o seu peixe e não para lavar roupa suja em público.

Se você está em transição de carreira, verifique dentre as funções que você exerceu, quais podem ajudar nessa nova área que você quer atuar.

Exemplo de um bom resumo

O palestrante, professor e consultor, Cristiano Santos tem um resumo que mostra o significado de uma linguagem humanizada, longe daquele currículo antigo, em que não havia liberdade para se expressar.

Cristiano inicia o texto já chamando atenção para a sua motivação ao exercer as suas atividades: “Resgatar a auto estima profissional das pessoas através da educação, para inspirar e transformar a carreira e a vida delas”.

Depois ele descreve sua trajetória profissional, deixa seu e-mail de contato e finaliza com “Um abraço e conte comigo”! Sintetizando, ele diz o que faz e o que oferece com o seu trabalho, mostrando-se disponível para uma conversa. Perfeito!

Escreva sem erros de português

Numa apresentação, seja no LinkedIn, ou em qualquer outra plataforma, cometer erros de português é algo prejudicial para o seu currículo. Digite o texto no Word antes de colocar no LinkedIn, faça uma revisão, e se tiver dúvidas gramaticais ou ortográficas, consulte o Google.

Deixe um telefone ou e-mail para contato

Ao finalizar o texto, deixe um telefone ou e-mail para que os recrutadores possam entrar em contato com você.

Não tenho medo de se mostrar, o LinkedIn é uma vitrine profissional que não pode ser ignorada. Afinal são 43 milhões de usuários somente no Brasil, de acordo com a revista Isto É Dinheiro.  Você vai ficar de fora?