Ouvimos e lemos tanto sobre “fake news”: notícias que, na verdade, nem poderiam ser consideradas como tal, mas sim informações falsas.

Como trabalho como consultora de comunicação e marketing para profissionais e empresas que desejam fortalecer reputação e autoridade, reforço que somos todos marcas (querendo ou não).

Quem deseja aprimorar seus ativos reputacionais, deve estar muito atento à sua própria comunicação aqui no LinkedIn.

O que é Reputação? O que é uma boa reputação?

Reputação é a crença qualitativa subjetiva que uma pessoa tem em relação a uma marca, pessoa, empresa, produto ou serviço. Reputação deve ser encarada como a vital para o sucesso e resultados desejados.

Reputação é melhor definida como uma percepção de terceiros sobre seu ou suas marcas. É uma coisa maleável. Maleável, ajustável, moldável por outras pessoas ou por você.

Isso ocorre porque hoje as pessoas dependem do Google para ajudá-las nas tomadas de decisão. Todos os dias, diversas vezes por dia, eu diria.

Já experimentou pesquisar pelo seu nome nos mecanismos de busca?

Esteja você vendendo água ou concorrendo à Presidência, sua reputação online é o que te precede (vem antes de você chegar ou sequer abrir a boca). Ao alterar a forma como o Google retrata uma marca, você pode alterar uma das principais maneiras pelas quais as pessoas percebem a reputação.

Sua identidade online é como os outros vêem você.

Acredito que profissionais (seres humanos) sérios e com elevado grau de reputação não divulgam nada “fake” sobre sua formação ou jornada.

Uma reputação bem construída tem benefícios incalculáveis, e por toda vida. Seu “capital reputacional”, bem como o relacional (ligado a sua rede de contatos e apoio), vem fazendo inúmeras marcas (empresas e pessoas) se reerguerem de qualquer queda ou crise com muito mais velocidade do que outras que não investiram ou sequer se preocuparam em comunicar seus valores e pontos fortes.

Diferentemente do que ministros e alguns políticos fizeram recentemente, e que já foi amplamente divulgado por mídias confiáveis – inserindo no CV mestrados e doutorados inexistentes. Para a construção de uma vitrine profissional atrativa e de confiança, devemos estar muito atentos ao incluímos no LinkedIn.

escolhas-erradas-LinkedIn-CV
Fonte Unsplash.

No ambiente digital atual, a reputação é mais importante, mais difundida, mais inesquecível e mais significativa do que nunca. É complexo criar, aprimorar, sustentar e proteger uma reputação que dure (mesmo para uma agência de gerenciamento de reputação). Também é fácil negligenciar, abusar, rejeitar ou destruir uma reputação em bem pouco tempo.

Um desastre pode acontecer em minutos, circula o mundo em poucas horas e sobrevive para assombrar os resultados da pesquisa nos mecanismos de busca. É por isso que é tão importante manter uma estratégia de gerenciamento de reputação ativa. Tanto para empresas como para profissionais.  

Acredito que mesmo em um cenário crítico no qual nos encontramos, nada justifica o tal do “jeitinho” ou qualquer flexibilidade moral.

Dormir de consciência tranquila com o trabalho que faço simplesmente não tem preço, e está entre meus valores mais fortes como ser humano, mãe e profissional.